terça-feira, 29 de novembro de 2011

Top 5 Piores Filmes de Terror de Todos os Tempos

Os piores filmes de terror

5 – Sexta-Feira 13 (2009) (Friday the 13th (2009))

Você pode dizer que qualquer filme da franquia é ruim, mas essa “virada de página”, que às vezes dá muito certo (caso de Batman Begins, que sepultou a fiasqueira e deu início à uma nova série até agora muito boa), causa no máximo um caso grave de vergonha alheia.

Por Que é Ruim?

Começando pelos atores, o personagem principal é interpretado por Jared Padalecki, o bom-moço de Supernatural, que só sabe fazer um papel, o de bom-moço. Em várias sequências do filme se espera que ele desmanche a cara do chato de plantão do filme, o que nunca acontece. Fail.
Jason é um ícone da série e sempre teve um lado sobrenatural, ou alguém acredita que caminhando como um morto-vivo ele alcançaria alguém correndo, o que sempre acontecia?
Dessa vez Jason é ágil e não passa de mais um psicopata. Se antes as mortes tinham uma certa criatividade, agora dá para saber o que vai acontecer no último minuto do filme após assistir 5 minutos.
O único ponto que poderia ser positivo no filme, atrizes mostrando os peitos e saltitando de calcinha, é estragado pelo fato delas terem feito os implantes de silicone pelo SUS, de tão mal-feitos, e só estarem atuando no filme por terem perdido o emprego na indústria pornô.

Link para o vídeo

4 – Jogos Mortais V (Saw V)



Jogos Mortais começou muito bem e poderia ter ficado na primeira edição, entrando para o rol dos filmes cult. Mas, como o que dá lucro não pode ser deixado de lado, tome um filme por ano, descendo a ladeira.

Por Que é Ruim?

Não é que o filme seja ruim, ele teria que melhorar 5000% para ser chamado de ruim. Esqueça qualquer lógica, mesmo a de filmes de terror.
Os atores parecem saídos de um teste para novela mexicana, depois de serem reprovados. As mortes, que antes eram criativas, agora causam apenas nojo e/ou aquela sensação de incômodo semelhante à que se tem ao ver certos vídeos.

Link para o vídeo

3 – O Albergue 2 (Hostel: Part 2)


O primeiro já era ruim o suficiente para não justificar uma continuação, mas como tinha o dedo de Tarantino no meio gerou buzz o suficiente para que fizessem o segundo.

Por Que é Ruim?

Imagine a franquia Jogos Mortais começando pelo quinto filme. Agora, pegue o roteiro e entregue para um aluno que está repetindo a 8ª série pela sétima vez, que não fala inglês e usa o Google Translator no trabalho, dar uma melhorada e você tem O Albergue 2.
As vítimas, dessa vez, são mulheres viajando pela Europa, fora isso o roteiro é o mesmo do primeiro.
Aqui vale um adendo. O filme tem ao menos uma cena que vale a pena, se você esquecer o clichezão e o quanto era previsível. A única feia do grupo é pendurada pelos pés, nua, e carneada feito um porco.
Fora isso, até pênis decepados fazem o cardápio.

Link para o vídeo

2 – Eu Sei, Sabia, Vou Saber, Continuo Sabendo, Minha Vizinha me Contou, Eu Li em um Livro… o Que Vocês Fizeram no Verão Passado (I Know What You Did Last Summer)


O título ideal dessa série deveria ser “Eu Não Sei Porque Vocês Fizeram Esse Filme”.

Por Que é Ruim?

É difícil dizer o que é pior nessa série, os atores, o roteiro, as mortes ou o conjunto da obra.
O pior de todos, disparado, é o segundo, onde o sujeito responde à uma pergunta que lhe dá direito à um prêmio, em uma rádio, dizendo que a capital do Brasil é o Rio de Janeiro.
De resto, todos os clichês possíveis e imagináveis estão presentes, desde o pacto de não revelar que mataram alguém, criticado o tempo inteiro pela mocinha sonsa, até o susto do morto que não morreu no final.

1 – A Bruxa de Blair (Blair Witch Project)

 

 

 

                                  sua prima insistindo em mostrar o vídeo do casamento que nem o marido aguenta assistir? A Bruxa de Blair consegue ser pior.

Por Que é Ruim?

Os produtores d’A Bruxa de Blair usaram de uma jogada inteligente de marketing, através da Internet, para promover um filme em que até os créditos são ruins.
A história você conhece: não há. Basicamente, uma garota corre pelo mato gritando “Josh”, chorando e com meleca escorrendo do nariz.
Mas o pior de tudo era entrar em uma locadora e o atendente recomendar o filme dizendo que era “baseado em uma história real” ou algo que o valha.

Link para o vídeo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário